A Guarda Civil Espanhola desarticulou em Barcelona e Madri uma quadrilha dedicada a levar heroína e cocaína no fundo da mala em voos procedentes do Brasil e da África do Sul para a Espanha e para a Itália.

Em comunicado, a Guarda Civil informou nesta segunda-feira que a operação concluiu com a detenção de quatro pessoas e a apreensão de quase três quilos e meio de heroína e oito quilos de cocaína. Os agentes espanhóis trabalharam em parceria com membros da Guarda de Finanças italiana, para facilitar a troca de informação entre os países onde o grupo operava.

A quadrilha estava estruturada em dois níveis, o primeiro deles, em Roma, encarregado do fornecimento de droga e da parte financeira, e um segundo, baseado em Madri e Barcelona, que captava pessoas encarregadas de transportar a droga nos voos.

A investigação, segundo a Guarda Civil, começou com a detenção de um cidadão no aeroporto de Barcelona em abril de 2018, que tentou entrar com cerca de três quilos de heroína na bagagem. A partir daí, em parceria com a Polícia italiana, foi possível descobrir que a organização operava em dois países e prender outro membro no Aeroporto Internacional de Roma, que tentava entrar com quatro quilos de cocaína no país. Os trabalhos concluíram com a desarticulação total do grupo.

Fonte: EFE