O grupo jihadista Estado Islâmico (ISIS) assumiu nesta terça-feira a série de ataques coordenados que deixaram mais de 320 mortos no domingo no Sri Lanka. 

“Os autores dos ataques contra os cidadãos dos países da Coalizão (anti-EI) e os cristãos no Sri Lanka são lutadores EI antes de ontem”, disse o grupo jihadista através de sua agência de propaganda Amaq.

Vários ataques levaram a um massacre no domingo de Páscoa em hotéis e igrejas em várias partes do país.

As autoridades atribuem os ataques ao movimento islâmico local National Thowheeth Jama’ath (NTJ), que não o reivindicou, e estão investigando se ele tinha apoio logístico internacional.

A pesquisa também sugere que os ataques foram cometidos em retaliação à morte em Março de muçulmanos em duas mesquitas em Christchurch (Nova Zelândia) e que estão relacionados com um grupo indiano islâmico pouco conhecido, disse terça-feira o vice-primeiro-Sri Lanka Defesa Ruwan Wijewardene.

*NTN24

Anúncios