O hotel Marriott Marquis, em Nova Iorque, irá sediar a homenagem ao presidente Jair Bolsonaro, que receberá o título de Pessoa do Ano, oferecida pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Antes do hotel  Marriott Marquis aceitar sediar o jantar de gala, o evento já havia sido recusado pelo Museu Nacional de História Americana e pelo tradicional restaurante The Cipriano Hall.

A recusa é resultado de uma campanha da comunidade ambiental e do prefeito da cidade, Bill de Blasio com o argumento de que não seria possível garantir a segurança do evento, visto que muitos movimentos sociais se articulam contra sua realização.

A premiação, explica a Folha,  é concedida há 49 anos e tem o objetivo de reconhecer sempre dois líderes, um brasileiro e um americano, que trabalham pela aproximação e relação entre os dois países.

 

Anúncios