A economia americana cresceu mais do que o esperado no primeiro trimestre, superando as expectativas dos analistas e até mesmo do governo de Donald Trump, segundo uma estimativa preliminar do Departamento de Comércio publicada nesta sexta-feira (26).

A expansão do Produto Interno Bruto (PIB) da maior economia do mundo entre janeiro e março em taxa anualizada foi de 3,2%, enquanto analistas esperavam 1,9%, após os 2,2% do último trimestre do ano passado.

“Acabou de sair: PIB real para o primeiro trimestre cresceu 3,2% na taxa anualizada. Está bem acima das expectativas ou projeções”, tuitou o presidente. “E importante, a inflação muito baixa”, destacou.

O economista-chefe da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou no início da semana que o crescimento nos primeiros três meses, geralmente mais fraco que o resto do ano, ficaria “próximo de 3%”.

No trimestre, as exportações avançaram 3,7% e as importações, que representam um custo para o PIB, caíram, permitindo que a balança comercial contribuísse com 1,03 ponto para o crescimento.

Esse bom desempenho no começo do ano é uma boa notícia para o governo Trump, que garante que pode expandir a economia americana de maneira duradoura, a uma taxa de 3%, ou mais, após registrar crescimento de 2,9% em 2018.

Por outro lado, poderia ter reflexo sobre o banco central americano, o Federal Reserve (Fed), que terá uma reunião de política monetária na próxima quarta-feira e declarou uma pausa temporária no aumento das taxas de juros, antecipando uma desaceleração no crescimento econômico e uma inflação fraca.

*AFP

Anúncios