O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), condenou a recente entrevista concedida dentro da prisão pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aos jornais Folha de S.Paulo e El País, em que disse, entre outras coisas, que o Brasil era governado por “um bando de maluco”.

Me surpreendeu a entrevista. Nunca vi presidiário dar entrevista na prisão. É um fato inédito no Brasil. O ex-presidente e presidiário Luiz Inácio Lula da Silva parece estar em um processo avançado de esclerose – declarou o governador.

João Doria comentou a entrevista depois de participar da convenção estadual do partido Democratas, em São Paulo.

Anteriormente o presidente Bolsonaro havia rebatido a entrevista de Lula.

Maluco? Quem era o time dele? Grande parte está presa ou está sendo processada”,  pelo menos o governo “não é um bando de cachaceiro”, afirmou Bolsonaro.

Acho um equívoco, um erro da Justiça ter permitido ele dar uma entrevista. Presidiário tem que cumprir sua pena, declarou Bolsonaro.

 

Anúncios