Um funcionário provincial morreu e um deputado nacional ficou gravemente ferido em um ataque a tiros diante do Congresso na capital argentina.

“Atiraram em um ato premeditado”, afirmou o deputado José Cano ao Canal TN. A vítima fatal foi Marcelo Yadón, 58 anos, diretor do Fundo Fiduciário do Transporte Elétrico da província de La Rioja (noroeste), informou Cano.

Olivares, de 61 anos, adjunto da província de La Rioja do partido UCR (União Cívica Radical), foi baleado na região abdominal, com perfuração no fígado, no cólon, no pâncreas e nos dutos biliares, encontra-se em estado grave

“A informação é que o carro estacionou meia hora antes, os assassinos aguardaram porque ele (Olivares) tinha o hábito de caminhar por este local todos os dias ao lado de Yadón”, disse Cano.

O ataque aconteceu às 7H00. Os ocupantes do carro abriram fogo contra Olivares e Yadón quando eles caminhavam pela praça que fica diante do Congresso da Nação.

O deputado Olivares, 61 anos, integra a comissão de Legislação Penal da Câmara e trabalhava, entre outros projetos, em um texto sobre a violência no futebol, informa a AFP.

*UOL

Anúncios