Venezuela vai reabrir suas fronteiras, a partir desta sexta-feira, com o Brasil e a ilha caribenha de Aruba, disse o ministro da Economia, Tareck El Aissami.

O governo do presidente Nicolás Maduro fechou essas fronteiras em fevereiro em meio à campanha da oposição para trazer ajuda humanitária para o país.

El Assami em discurso na televisão estatal, segundo o portal R7, disse: “Queremos convertê-la em uma região de fronteira pacífica. Recebemos garantias de que nossa soberania será respeitada e que não haverá interferência em questões que devem ser tratadas pelos venezuelanos”.

Além da fronteira com o Brasil, a Venezuela também irá reabrir a fronteira com a ilha caribenha de Aruba, disse o ministro.

El Aissami não comentou sobre as fronteiras marítimas e aéreas com as também ilhas vizinhas do Caribe holandês de Curaçao e Bonaire, ou com relação à fronteira terrestre com a vizinha Colômbia, que também foram fechadas em fevereiro.

Sem mencionar a Colômbia, El Aissami disse que outras fronteiras permanecerão fechadas “até que as posições de hostilidade e agressão sejam cessadas”.

Anúncios