O Facebook anunciou, domingo, ter apagado contas falsas e duplicadas com origem em Itália, e que colocavam online conteúdos falsos sobre questões ligadas às eleições europeias.

A plataforma social tem vindo a responder ao pedido das instituições europeias para combater ativamente a desinformação e propaganda extremista na Internet.

As plataformas Google e Twitter também foram convidadas a serem mais vigilantes.

*Euronews

Anúncios