Trabalhos da artista plástica Jac Leirner e da designer de som Ana Monte são destaque em premiações de instituições culturais alemãs.

Ana Monte é formada em Produção Musical e mora desde 2012 na Alemanha, onde cursou Sonoplastia na Filmakademie de Baden Württemberg, uma das melhores escolas de cinema do país.

Depois de vários trabalhos freelance em filmes e documentários, Ana Monte abriu a Delta, uma empresa de pós-produção de som 3D.

Por sua trajetória como designer de som, Ana Monte recebeu o prêmio Helene Hecht, concedido a cada 2 anos desde 2010 a mulheres que se destacam na cena artística e cultural da região metropolitana do Reno-Necar, oeste da Alemanha.

Quem também representou o Brasil na Alemanha foi Jac Leirner. A artista plástica que mora em São Paulo trabalha, principalmente, com arte conceitual. Há mais de 30 anos ela se dedica a ressignificar objetos do cotidiano, muitos ligados a sociedade de consumo.

Resultado de imagem para Jac Leirner fotoNo Museu Ludwig, na cidade de Colônia, Jac Leirner está em exposição com quatro instalações artísticas. Entre elas, Museum Bags, uma coleção de sacolas de museus e galerias de arte reunidas ao longo de mais de três décadas.

A instalação Museum Bags faz parte do acervo do Museu Ludwig. Por sua trajetória na arte, Jac Leirner foi laureada com o prêmio Wolfgang Hahn, que há 25 anos homenageia artistas contemporâneos de destaque internacional, mas ainda pouco conhecidos na Alemanha. Ela é a primeira artista sul-americana a entrar para a lista de premiados. A exposição de Jac Leirner fica em cartaz até julho de 2019.

*DW

Anúncios