A Associação Venezuelana de Reitores Universitários (Averu) rejeitou nesta terça-feira 14 de maio, em Caracas, a ocupação ilegal dos espaços da Reitoria da Universidade de Oriente (UDO), em um comunicado da presidente da Averu, Cecilia García Arocha,

No comunicado Arocha disse: “Nós condenamos e nós rejeitamos as ações cometidas por um grupo de pessoas que invadiram a Reitoria UDO, na cidade de Cumaná, é mais uma vez um novo evento político “.

Arocha denuncia, ainda, a ausência absoluta do estado de direito, “evidenciada pela negativa do Ministério Público de receber a denúncia  da reitora da UDO, Milena Bravo de Romero”.

Anúncios