Na noite desta quarta-feira (15), o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) utilizou suas redes sociais para rebater uma acusação feita pela revista Veja sobre seu patrimônio. Em sua conta do Twitter, ele disse que continua sendo vítima de vazamentos.

De acordo com a Veja, a quebra dos sigilos bancários e fiscal do filho do presidente Jair Bolsonaro revelou que ele investiu, entre 2010 e 2017, R$ 9,425 milhões na compra de 19 imóveis no Rio de Janeiro. Após a venda, eles deram um lucro de R$ 3,089 milhões a Flávio. Os documentos da Justiça apontam que, alguns dos apartamentos, localizados na Zona Sul do Rio de Janeiro, foram vendidos por quase três vezes o valor pago.

O senador, no entanto, negou que as informações:

– Não são verdadeiras as informações vazadas na revista Veja acerca de meu patrimônio. Continuo sendo vítima de seguidos e constantes vazamentos de informações contidas em processo que está em segredo de Justiça. Os valores informados são absolutamente falsos e não chegam nem perto dos valores reais. Sempre declarei todo meu patrimônio à Receita Federal e tudo é compatível com a minha renda – explicou.

Flávio Bolsonaro também disse que seu passado é limpo e reclamou de vazamentos ilegais.

– Tenho meu passado limpo e jamais cometi qualquer irregularidade em minha vida. Tudo será provado em momento oportuno dentro do processo legal. Apenas lamento que algumas autoridades do Rio de Janeiro continuem a vazar ilegalmente à imprensa informações sigilosas, querendo conduzir o tema publicamente pelos meios de comunicação e não dentro dos autos – ressaltou.

*Com informações da Pleno News

Anúncios