A agência espacial norte-americana NASA informou nesta quinta-feira (16) que selecionou 11 empresas privadas para realizar estudos e produzir protótipos de módulos para humanos para seu programa de exploração lunar.

Espera-se que o programa coloque os astronautas americanos, incluindo a primeira mulher no pólo sul da Lua até 2024, e estabeleça missões sustentáveis até 2028.

Entre as empresas selecionadas estão SpaceX, Boeing, Lockheed Martin, Northrop Grumman e Blue Origin, muitas das quais já foram contratadas pela NASA.

Jeff Bezos, fundador da fabricante aeroespacial americana Blue Origin e presidente da Amazon, revelou em 9 de maio um módulo lunar que pode aterrissar na Lua até 2024.

O módulo de aterrissagem é um módulo flexível capaz de fornecer aterrissagens precisas e suaves e, eventualmente, permitir uma presença humana sustentada na Lua, de acordo com a Blue Origin.

Essas empresas são obrigadas a estudar ou desenvolver protótipos durante os próximos seis meses que reduzam o risco programado de descida, transferência e reabastecimento de elementos de um potencial sistema de aterrissagem humana, de acordo com a NASA.

A NASA propôs transportar astronautas em um sistema de aterrissagem humana de uma estação de transferência chamada Gateway para órbita lunar baixa, usando um elemento de descida para levá-los à superfície e um elemento de subida para retorná-los à Gateway.

O valor total do financiamento para todas as empresas é de 45,5 milhões de dólares e as empresas contribuirão com pelo menos 20% do custo total do projeto, segundo a NASA.

*Xinhua

Anúncios