Um nova-iorquino foi condenado na quinta-feira (16) por fornecer apoio material ao Hezbollah, buscando alvos em ataques terroristas em Nova York.

Um júri deu seu veredito contra Ali Kourani em um tribunal federal de Manhattan após um julgamento de uma semana.

O procurador dos EUA, Geoffrey S. Berman, disse que Kourani vigiou alvos de terrorismo na cidade de Nova York, incluindo o Aeroporto Internacional John F. Kennedy e instalações policiais que incluíam o prédio que abriga o FBI.

“Ali Kourani foi recrutado, treinado e destacado pela Organização da Jihad Islâmica do Hezbollah para planejar e executar atos de terrorismo nos Estados Unidos. A missão arrepiante de Kourani era ajudar a adquirir armas e coletar informações sobre alvos potenciais nos EUA para futuros ataques terroristas do Hezbollah ”, disse Berman em um comunicado.

Autoridades disseram que ele veio para os EUA legalmente em 2003, eventualmente obtendo um diploma de bacharel em engenharia biomédica em 2009 e um mestrado em administração de empresas em 2013.

Os promotores disseram que Kourani foi recrutado pela organização terrorista depois que uma residência pertencente à sua família foi destruída durante a Segunda Guerra do Líbano em 2006.

Kourani  também foi condenado por outras ações terroristas, sanções e imigração.

*Com informações do jornal Israel Hayom

Anúncios