Estudantes e representantes de entidades estudantis e de sindicatos de trabalhadores participam, nesta quinta-feira (30), de atos contra o contingenciamento de verbas públicas para universidades federais. 

Em várias cidades há manifestação intitulada de “Segundo dia Nacional em Defesa da Educação”.

Em Brasília, os protestos ocorreram pela manhã e reuniram 1.500 (estimativa da PM) e 10.000 pessoas (de acordo com os organizadores), segundo relatou o repórter Afonso Benites, do El País.

Na manhã desta quinta (30), os atos contra o contingenciamento ocorreram em pelo menos 12 estados do país, em repúdio ao anúncio do Governo Federal, feito em abril, sobre o contingenciamento R$ 7,4 bi da verba destinada à Educação.

Já em São Paulo, no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre e Recife os atos estão previstos para esta tarde.

 

Anúncios