Devido às temperaturas elevadas até ao final do dia 3 de junho, nesta quinta-feira (30) os ministérios da Administração Interna e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e a Proteção Civil colocaram vários distritos sob os alertas amarelo e laranja devido ao risco de incêndios.

Num comunicado os ministérios informam que “Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal no território do continente”, está declarada a “Situação de Alerta no período compreendido entre as 23h59 do dia 30 de maio e as 23h59 do dia 3 de junho de 2019.

Por estas razões, os ministérios da Administração Interna e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural vão aplicar medidas de caráter excepcional, entre as quais a “proibição da realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração”, informa a Rádio e Televisão de Portugal (RTP)

Anúncios