Nesta Segunda-feira a justiça sueca rejeitou o pedido do Ministério Público para emitir um mandado de prisão contra o fundador doWikiLeaks , Julian Assange , em conexão com a investigação de estupro que começou em 2010 . 

A decisão considerou que é possível questionar Assange com uma ordem de investigação europeia em matéria penal.Destacando que ele continua a ser um suspeito no caso, que foi fechado há dois anos e reaberto após a mudança em sua situação pessoal. 

Destacando que ele continua a ser um suspeito no caso, que foi fechado há dois anos e reaberto após a mudança em sua situação pessoal. 

Assange permanece em uma prisão de segurança britânica após sua prisão em abril na Embaixada do Equador em Londres, quando Quito retirou o asilo diplomático concedido em 2012 e aguardava que a Grã-Bretanha decidisse sua extradição para os Estados Unidos em busca de informações confidenciais. revelado pelo WikiLeaks.

*Agência de notícias Venepress