Gianni Infantino foi reeleito presidente da Fifa por aclamação, sem a necessidade de uma votação, nesta quarta-feira, em Paris, durante o 69º Congresso da entidade, que ele deve comandar até 2023.

“Obrigado a todos, os que gostam de mim e os que me odeiam, hoje eu amo todos.

Amo o futebol, trabalho duro, me comprometo com vocês, continuarei trabalhando duro, com vocês e para vocês”, disse Infantino, emocionado, depois que os representantes das federações da Fifa apoiaram seu projeto com aplausos. *AFP

Anúncios