O presidente chinês, Xi Jinping, foi recebido nesta sexta-feira com todas as honras no principal fórum russo dos negócios, onde os dois países exibem estreitas relações econômicas contra Washington.

O presidente chinês teve uma recepção pródiga no Kremlin, onde chamou seu colega russo, Vladimir Putin, de “melhor amigo”, antes de acompanhá-lo ao zoológico de Moscou para visitar dois pandas emprestados pela China.

“O fórum de 2019 ilustra claramente o quanto o mundo tornou-se bipolar: na mesma semana, o presidente (americano Donald) Trump tomou chá com a rainha em Londres, e o presidente Putin recebeu o presidente Xi em São Petersburgo”, destaca Chris Weafer, fundador da Macro Advisory.

A relação econômica entre estes dois grandes vizinhos – muito desequilibrada em favor da China – não parou de avançar nos últimos anos, no mesmo ritmo da degradação das relações entre a Rússia e o Ocidente, especialmente com os Estados Unidos.

A aproximação entre Moscou e Pequim – que completam 70 anos de relações diplomáticas – foi reforçada após as medidas adotadas pelos Estados Unidos contra os dois países, na forma de sanções ou guerra comercial, registra a AFP.

Anúncios