Os monges belgas da abadia de Grimbergen estão à beira de fabricar cerveja novamente depois de uma pausa de mais de 200 anos.

A abadia, cujo emblema é uma fênix com o lema latino “Ardet nec consumitur”, que significa “queimada mas não destruída”, foi saqueada e teve sua cervejaria destruída em 1795 por tropas francesas.

Mas uma tradição de fabricação de cerveja que remonta ao século 13 será revivida com planos de construir uma nova cervejaria no complexo monástico em Grimbergen, uma cidade ao norte de Bruxelas. *Reuters

Anúncios