Caracas criou um mecanismo para efetuar pagamentos com a Rússia em rublos, afirmou à Sputnik o vice-presidente para a área econômica da Venezuela e ministro da Indústria e da Produção Nacional, Tareck El Aissami.

“Avaliamos todos os mecanismos devido a que as sanções unilaterais dos EUA impedem o uso do sistema tradicional e os pagamentos em dólares. Portanto, estabelecemos um mecanismo de pagamentos para cumprir com nossos compromissos com a Rússia, e será em rublos”, especificou El Aissami durante o Fórum Internacional de São Petersburgo (SPIEF, na sigla em inglês).

Além disso, o vice-presidente declarou que Caracas está estudando todas as possibilidades para aumentar a cooperação com a petroleira russa Rosneft.

“A relação com a Rosneft é uma relação que vai crescendo, e todas as opções para seguir fortalecendo as alianças com a Rosneft estão previstas”, comentou o vice-presidente.

El Aissami afirmou também que em breve uma delegação russa visitará Caracas para “avaliar projetos” conjuntos em diferentes setores econômicos.

“Avaliamos todos os projetos, nas próximas horas, nos próximos dias, esperamos receber diversas delegações de diversos setores russos que vão avaliar projetos aqui na Venezuela”, destacou o vice-presidente da Venezuela.

O XXIII Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF) está sendo realizado entre 6 e 8 de junho. O Fórum, organizado anualmente, representa uma plataforma para comunicação entre os representantes da comunidade empresarial e discussão das principais questões econômicas. A partir de 2006, o SPIEF passou a contar com o patrocínio do presidente da Rússia Vladimir Putin. *Sputnik

Anúncios