O Conselheiro da Embaixada da Venezuela nos Estados Unidos, Gustavo Marcano,  pediu a 11 países reconhecer o decreto formalizado em 21 de maio pelo presidente encarregado da Venezuela, Juan Guaidó, admitindo passaportes que são expirados. 

Em Quito, Equador, foi assinado um acordo com os membros de 11 países  a fim de agilizar o processo de mobilidade dos venezuelanos que desejam deixar o país. 

Participaram da reunião: Argentina, Brasil, Costa Rica, Colômbia, Chile, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. 

Por outro lado, a Bolívia e a República Dominicana recusaram-se a participar deste acordo. 

O parecer refere-se a cinco anos de validade após a data de vencimento. *NTN24

Anúncios