O tenista austríaco Dominic Thiem, vice-campeão de Roland Garros, falou nesta terça-feira sobre a possibilidade de jogar uma partida de dupla mista com a americana Serena Williams após o incidente que protagonizaram em uma sala de imprensa de Roland Garros.

Enquanto participava de uma entrevista coletiva após sua vitória sobre o uruguaio Pablo Cuevas pela terceira fase do torneio parisiense no dia 1° de junho, o austríaco ouviu um pedido para dar seu lugar à estrela americana, que tinha acabado de ser eliminada.

Thiem se mostrou irritado e disse que esse capricho mostrava a “má personalidade” da campeã que já conquistou 23 títulos de Grand Slam.

Diante das queixas que surgiram após essas declarações, ele garantiu depois ter “esquecido” o incidente, e nesta terça disse querer disputar uma partida de duplas com a americana, que é 12 anos mais velha que ele, como prova de reconciliação.

“Como forma de reparação e reconciliação, eu gostaria muito de jogar uma partida de duplas mista com Serena em Wimbledon ou em Nova York”, declarou na coletiva em Viena.

Jogador mais jovem do top 4 do ranking ATP, Thiem, de 25 anos, alcançou pelo segundo ano consecutivo a final de Roland Garros, perdendo no domingo, como em 2018, para o ‘rei do saibro’ Rafael Nadal (6-3, 5-7, 6-1, 6-1). *AFP

Anúncios