Pela primeira vez, está aberta ao público a rede subterrânea de túneis que existe por baixo das Termas de Caracala, um dos maiores e mais bem preservados banhos públicos da Roma Imperial. Os túneis foram alvo de grandes obras de restauro.

Os visitantes podem também ver uma exposição intitulada “Il Segreto del Tempo” – O Segredo do Tempo” – , com videoarte de Fabrizio Plessi e música de Michael Nyman.

Para que os romanos pudessem desfrutar dos prazeres das termas, na cave, os escravos trabalhavam sem parar para bombear a água que enchia as piscinas e para manter em funcionamento o sistema de aquecimento.

As Termas de Caracala tinham capacidade para receber oito mil pessoas por dia.

A mostra “Il Segreto del Tempo” pode ser vista até 29 de setembro. *Euronews

Anúncios