Na tarde desta sexta-feira (21), dois dias após a morte de sargento da Polícia Militar,  três bandidos que mataram o sargento Luiz Carlos da Silva foram soltos em “audiência de custódia”, que aconteceu no Fórum Ministro Henock Reis.

Marcley Moraes de Souza, Joelson Ferreira Soares e Charles Sanches Morais, mataram o sargento da PM na última quarta-feira (19), na Avenida Grande Circular, na zona Leste de Manaus.

O vigilante e policial militar da reserva, identificado como Luis Carlos da Silva Castro, de 56 anos, foi morto a tiros nesta quarta-feira (19), em uma loja que fazia segurança, na avenida Grande Circular, Zona Leste de Manaus.

A motivação do crime ainda não foi divulgada pela polícia, que investiga o caso.

A Associação de Sargentos, Subtenentes, e Oficiais de Administração da Polícia e Bombeiros Militar do Amazonas (ASSOABPAM), lamenta o falecimento e cobra das autoridades que os suspeitos sejam presos. *Correio da Amazônia

Anúncios