O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta quinta-feira que não assinará nenhum acordo comercial com o Brasil se o presidente Jair Bolsonaro se retirar do acordo climático de Paris.

A declaração foi feita a repórteres no Japão antes de uma reunião do G20, e diz respeito ao acordo comercial que visa firmar um pacto entre a União Europeia e o Mercosul – no qual estão inclusos Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Se bem-sucedida, a negociação dará origem a um dos maiores acordos de livre comércio do mundo, com mais de 770 milhões de consumidores.

A UE se preocupa com uma possível onda de importações de carne bovina e a hesitação do Mercosul em relação à abertura de alguns setores industriais, como carros. Um acordo pode estar próximo, mas fora do alcance.

Na terça-feira (25) 340 ONGs europeias e sul-americanas, incluindo o Greenpeace e a Friends of the Earth, pediram à UE que “pare imediatamente” as discussões “por causa da deterioração dos direitos humanos e da situação ecológica no Brasil” desde a posse em janeiro do presidente Jair Bolsonaro.

 

 

Anúncios