O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta sexta-feira (28), ao abrir a reunião informal do Brics, grupo de países que reúne Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul, no Centro de Convenções Intex, em Osaka, no Japão, que o seu governo trabalhará ativamente para o fortalecimento do Brics.

Bolsonaro, como presidente do BRICS, defendeu uma ação conjunta dos países membros contra a crise na Venezuela.

A sugestão do presidente brasileiro ocorreu nesta sexta-feira (28) durante reunião informal dos líderes do bloco à margem da Cúpula do G20, em Osaka, no Japão.

“Acho que posso esperar a cooperação de todas as pessoas que estão sentadas nesta mesa e espero que juntos possamos ajudar a resolver a crise na Venezuela”, disse Bolsonaro.

Jair Bolsonaro disse, ainda, que seu governo está trabalhando para “aumentar a influência” do BRICS e, que, a união dos líderes do grupo é importante para colaborar na busca de soluções de conflitos internacionais, registra a Agência Brasil.

O Brasil irá sediar a próxima cúpula do BRICS, que será realizada em Brasília, nos dias 13 e 14 de novembro deste ano. *Com agências

Anúncios