O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, disse neste domingo, em Brasília, que o acordo comercial Mercosul-UE é “histórico”.

O ministro participou de ato público no domingo (30) em defesa da Operação Lava Jato, do governo federal e da reforma da Previdência. Heleno disse que a estreia do presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do G20, em Osaka, no Japão, foi bem-sucedida.

​”O presidente do Brasil voltou de Osaka devidamente homenageado pelos grandes chefes de Estado do mundo”, disse o ministro, citado pela Agência Brasil. Ele afirmou também que o acordo bilateral entre Mercosul e União Europeia, anunciado na sexta-feira, pode representar o “renascimento econômico do Brasil”.

O Ministério da Economia estima que, após ser aprovado pelos países que integram o Mercosul e a União Europeia e entrar em vigor, o acordo favorecerá negócios comerciais que, em 15 anos, podem resultar em um incremento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro da ordem de US$ 87,5 bilhões. *Com informações da Sputnik

Anúncios