O governo da Venezuela anunciou nesta segunda-feira (01/07) que iniciou conversações com a chancelaria da Alemanha para normalizar as relações diplomáticas entre os dois países.

Ainda segundo Caracas, o presidente Nicolás Maduro autorizou a volta do embaixador alemão na Venezuela, Daniel Martin Kriener, que havia sido declarado persona non grata por “atos de ingerência”.

Em comunicado divulgado pelo ministério das Relações Exteriores da Venezuela, Caracas afirma que, “desta maneira, se avança a restituição de canais de diálogo diplomático no marco do respeito mútuo e da preeminência do Direito Internacional”.

Em cúpula realizada em Berlim, o vice-ministro venezuelano para Europa, Yván Gil, e a diretora para América Latina e Caribe da chancelaria da Alemanha, Marian Schuegraf, conversaram sobre o restabelecimento das relações diplomáticas entre as duas nações.

Kriener havia sido expulso do país no dia 6 de março após comparecer no aeroporto de Maiquetía para receber o deputado de direita Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino e responsável pela tentativa de golpe de Estado no dia 30 de abril.

À época, o governo da Venezuela considerou “inaceitável que um representante diplomático estrangeiro exerça em seu território um papel público mais propício a um dirigente político em claro alinhamento com a agenda de conspiração de setores extremistas da oposição venezuelana”. *Opera Mundi

Anúncios