O jogador da seleção colombiana William Tesillo disse à imprensa local de seu país que recebeu ameaças nas redes sociais após ter perdido o pênalti que eliminou a Colômbia diante do Chile na partida válida pelas quartas-de-final da Copa América. 

A esposa de Tesillo, Daniela Mejia, publicou no final de semana uma imagem que mostrava uma mensagem no Instagram desejando que seu marido tivesse o mesmo destino de Andrés Escobar, jogador colombiano que foi morto a tiros após marcar um gol contra que ajudou a eliminar a Colômbia da Copa do Mundo de 1994.

“Escreveram para a minha esposa e ela publicou. Escreveram para mim também”, afirmou o jogador de 29 anos ao jornal El País em comentários publicados na noite de domingo.

Fontes da polícia colombiana contaram à Reuters que estão investigando as ameaças feitas nas redes sociais direcionadas ao jogador e à sua família, mas que uma investigação formal ainda não havia sido aberta pois Tesillo não havia dado queixa à polícia. *Reuters

Anúncios