As seleções do Chile e Peru decidem hoje (3) quem enfrentará o Brasil no próximo domingo (7), às 17h, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, no jogo final da Copa América 2019. Chilenos e peruanos já estão em Porto Alegre e acompanharam pela televisão a vitória do Brasil sobre a Argentina por 2 a 0, jogo realizado na noite dessa terça-feira (2), no Mineirão, em Belo Horizonte.

O Chile busca uma vitória contra os peruanos para tentar o tricampeonato da competição, pois venceram em 2015 e 2016. A seleção peruana é a surpresa da rodada semifinal.

O técnico Ricardo Gareca, ao ser indagado sobre a qualidade do ataque do Chile, disse que jogadores como Alex Sanches e Vargas são difíceis de marcar. Por isso, é importante que a defesa peruana mantenha um alto nível de concentração quanto a movimentação do ataque chileno.

Chile e Peru jogam a partir das 21h30, na Arena do Grêmio. Os peruanos deverão entrar em campo sem o zagueiro Alexander Callens, que se machucou durante os treinos.

Para o treinador Gareca, a ausência de Callens não mudará a forma como a equipe enfrentará os chilenos. Segundo ele, o importante é o time evoluir a cada jogo. “Temos que jogar sempre uma partida melhor do que a outra”, disse.

Por outro lado, os chilenos prometem apresentar o seu melhor futebol para vencer os peruanos e, assim, tentar contra o Brasil a conquista do seu terceiro título continental.

“Queremos ficar na história como tricampeões, é o nosso principal sonho. Por isso, diante do Peru, queremos fazer a nossa melhor partida da Copa América”, disse o meio campista Vidal, um dos líderes da equipe ao lado do atacante Alex Sanches.                              *Com informações da Agência Brasil

 

Anúncios