O Governo de Hong Kong continua sob pressão. Dia de novos protestos contra a proposta de lei da extradição.

A crise política em Hong Kong foi desencadeada por um projeto de lei que permitiria a extradição de suspeitos de crimes para a China. Os manifestantes pedem ainda a demissão da chefe do governo local, Carrie Lam.

O protesto atravessa uma zona comercial e turística e deve terminar perto de uma estação de onde partem comboios de alta velocidade para a China continental.

Os manifestantes dizem rejeitar qualquer ato de violência, mas foi montado um dispositivo de segurança para evitar possíveis incidentes.

*Com Euronews e AFP

 

 

Anúncios