O partido de centro-direita Nova Democracia está prestes a garantir a maioria absoluta no Parlamento nas eleições deste domingo (7) ao eleger seu líder Kyriakos Mitsotakis o próximo primeiro-ministro da Grécia.

Com 80% das urnas apuradas, os conservadores já reúnem 39,6% dos votos. Pelo sistema eleitoral grego o Nova Democracia deve garantir 158 dos 300 assentos do Parlamento em Atenas.

O Partido Syriza, do primeiro-ministro Alexis Tsipras, obteve 31 6% dos votos até o momento. Ao assumir o governo em 2015, Tsipras tentou enfrentar o grupo de credores do país liderados pela Alemanha, mas foi forçado a recuar e obrigado a adotar medidas econômicas bastante austeras.

VEJA TAMBÉM: Como políticas socialistas destruíram o futuro de 5 países
“Serei um primeiro-ministro para todos os gregos”, disse Mitsotakis em seu primeiro pronunciamento público na sede do partido. “Estou comprometido em reduzir impostos, com investimentos e a criação de mais empregos e melhorias”, afirmou.

Em sua campanha Mitsotakis, ex-banqueiro de 51 anos que estudou nos Estados Unidos, defendeu corte de impostos e menos burocracia para tornar o ambiente de negócios no país mais amistoso. O político prometeu dobrar o ritmo de crescimento da economia grega para 4% ao ano e rapidamente desbloquear investimentos represados em razão da ambivalência do Syriza com relação ao capital estrangeiro.” *Gazeta do Povo

Anúncios