Foi em ambiente de festa que Sabana de Mendoza recebeu Juan Guaidó neste sábado (13). Na pequena localidade do estado de Trujillo na Venezuela, dois guardas do líder da oposição foram detidos pela alegada intenção de vender armas do Estado.

Guaidó não tardou em acusar o regime de Maduro de fabricar o incidente.

Aravés de sua conta no Twitter , a embaixada venezuelana no Reino da Bélgica divulgou em comunicado a prisão de duas escoltas do presidente (E) da Venezuela, Juan Guaidó , que reiterou à comunidade internacional para reforçar a pressão do regime usurpador de Nicolás Maduro. 

 

Anúncios