No deslizamento de terra em uma aldeia do sudoeste da China o número de mortos subiu para 20 nesta sexta-feira, e 25 pessoas permanecem desaparecidas, informou a imprensa local.

As equipes de resgate encontraram vários corpos, incluindo os de duas crianças e de uma mulher com seu bebê, três dias após o desastre na província montanhosa de Guizhou.

Os socorristas conseguiram retirar onze pessoas com vida da lama.

O deslizamento ocorreu na noite de terça-feira (23), em uma aldeia satélite da cidade de Liupanshui, a 2.300 km de Pequim.

No total, 21 casas foram soterradas, em uma área onde cinquenta pessoas residem, informaram as autoridades locais.

A televisão pública CCTV revelou que o deslizamento varreu tudo em seu caminho por cerca de 500 metros de declive.

Essas avalanches são frequentes em áreas rurais e montanhosas da China, especialmente durante períodos de chuvas fortes.

Em agosto de 2017, pelo menos 30 pessoas morreram em dois deslizamentos diferentes na mesma província de Guizhou. *Com informações da AFP

Anúncios