A 12ª rodada de consultas econômicas e comerciais de alto nível China-EUA será realizada entre 30 e 31 de julho em Shanghai, anunciou nesta quinta-feira o Ministério do Comércio chinês.

O porta-voz da pasta, Gao Feng, revelou que os negociadores chefes do comércio dos dois lados se encontrarão na metrópole asiática para implementar o importante consenso alcançado pelos dois líderes de estado em Osaka, e realizarão a nova rodada de consultas com base na igualdade e respeito mútuo.

Em resposta às observações feitas por algumas pessoas dos EUA defendendo a “dissociação” das economias chinesa e estadunidense, Gao disse que a suposta “dissociação” vai contra a lei da economia de mercado, o desejo das empresas dos dois países, o bem-estar dos dois povos, e também terá um impacto enorme sobre a cadeia industrial global e a economia mundial.

“Desde o estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países há 40 anos, as duas economias se tornaram intimamente mescladas e altamente integradas, beneficiando o povo dos dois países e o mundo”, destacou Gao.

É difícil imaginar uma suposta “dissociação” das duas economias e é algo que o povo de todos os setores da vida nos EUA não quer ver, analisou o porta-voz.

Desejamos que essas pessoas dos EUA abandonem sua mentalidade de soma zero e façam mais coisas que sejam realmente benéficas aos dois países e seus povos, finalizou Gao. *Xinhua

Anúncios