Nesta quarta-feira (31), um novo carregamento da Cruz Vermelha, com 34 toneladas de suprimentos médicos chegou à Venezuela, procedente da Itália.
A carga foi enviada pela Cruz Vermelha, o Ministério das Relações Exteriores e doadores privados do país europeu.

Walter Cotte , diretor regional da Federação Internacional da Cruz Vermelha, disse que esse lote de suprimentos essenciais contribui para ajudar os venezuelanos em situações de crise.

Esta entrega destina-se a servir 650.000 venezuelanos por 12 meses e contém desde antibióticos e dispositivos médicos descartáveis ​​anti-inflamatórios a uma série de equipamentos médicos, como desfibriladores.

Francesco Rocca , presidente da Ficr e da Cruz Vermelha Italiana, disse que a remessa permitirá estender o apoio dessas agências às unidades sanitárias venezuelanas “e garantir que as pessoas vulneráveis ​​possam ter acesso a esse apoio tão necessário”. *Venepress

Anúncios