O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e o líder da Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), Ossufo Momade, assinaram nesta quinta-feira (1) o acordo de cessação das hostilidades, para o fim formal dos confrontos entre as forças governamentais e o braço armado do principal partido da oposição.

A assinatura do acordo ocorreu na Serra da Gorongosa, no centro do país.

Diapositivo 1 de 7: O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e o líder da RENAMO, Ossufo Momade, erguem o acordo de paz e fim das hostilidades, que foi assinado na Serra da Gorongosa, província de Sofala, centro do país. O local é conhecido como bastião da RENAMO. O acordo tem como obetivo acabar com os confrontos entre as forças governamentais e o braço armado do principal partido da oposição.

O entendimento entre os dois líderes acontece depois de se ter iniciado na segunda-feira o processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração dos membros do braço armado da RENAMO e a entrega pelo partido dos oficiais que vão integrar a Polícia da República de Moçambique (PRM). *Com agências internacionais.

Anúncios