O embaixador venezuelano na Colômbia nomeado pelo presidente interino Juan Guaidó se reuniu com autoridades médicas para chegar a um acordo sobre um plano de trabalho para profissionais de saúde que migraram para o país.

Humberto Calderón Berti, embaixador venezuelano na Colômbia nomeado por Juan Guaidó, se reuniu neste sábado com a diretoria do Colégio de Medicina da Colômbia para avaliar a entrega de um cartão profissional aos médicos venezuelanos que querem praticar no território.

A Migração da Colômbia informou na quinta-feira (1) que pelo menos 1,4 milhão de venezuelanos se instalaram no país colombiano para fugir da crise que surge no país de origem dos emigrantes.

“Durante o primeiro semestre deste ano, um pouco mais de 234.000 cidadãos venezuelanos chegaram a nosso país buscando fugir do regime de Maduro”, disse Christian Krüger Sarmiento, diretor da instituição

Anúncios