Os Estados Unidos apresentaram, nesta quarta-feira (7), uma legislação que formaliza a proibição às agências do governo de assinar contratos com a gigantes tecnológica chinesa Huawei e outras empresas do país asiático, no mais recente movimento dentro de uma guerra comercial cada vez mais intensa.

A normativa impede as agências federais americanas de comprar, a partir de 13 de agosto, equipamentos de informática ou telecomunicações, bem como seus componentes sustanciais, dessas companhias chinesas.

Assim, entra em vigor uma proibição que já estava incluída em uma lei de defesa aprovada pelo Congresso neste ano.

As novas medidas foram tomadas em plena guerra comercial entre China e Estados Unidos e fazem parte de um amplo esforço do presidente Donald Trump de restringir a Huawei, empresa que segundo funcionários de seu governo, mantém vínculos com a inteligência chinesa.

A empresa, que é a segunda maior fabricante mundial de smartphones, nega a acusação.

Também são citadas as empresas ZTE, Hytera Communications Corporation, Hangzhou Hikvision Digital Technology Company e Dahua Technology Company. *AFP

Anúncios