Nesta quarta-feira (07), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, assinaram o “Pacto para Implementação de Políticas Públicas de Prevenção e Combate à Violência contra as Mulheres”.

Ao lado do presidente do STF, Dias Toffoli, da procuradora-geral da República, Raquel Dodge e de outros ministros, Moro assinou o documento, que promete articulação entre os setores do poder público, foi assinado no mesmo dia em que a Lei Maria da Penha completa 13 anos.

A ministra Damares aproveitou o momento para demonstrar insatisfação com os dados sobre o assunto. “Não temos nada para comemorar, mas temos iniciativas como essa para celebrar”, disse a ministra, que exaltou a transversalidade do pacto.

Ainda em seu discurso, Damares celebrou o desenvolvimento do sistema de registros de denúncias, mas se disse preocupada em relação aos números previstos para este ano.

“Eu confesso para os senhores que, nos próximos anos, é possível termos números maiores. Porque agora se está melhorando o sistema de notificação por violência. Tenho a impressão que a gente vai ter números bem maiores”, avaliou. *Com informações do Correio Brasiliense

Anúncios