O presidente colombiano, Iván Duque, disse na sexta-feira (9) sobre seu colega venezuelano, Nicolás Maduro e os exercícios militares que ele ordenou na região fronteiriça que adágios populares ensinam coisas, como “cachorro que late não morde”.

Duque manifestou-se em um comunicado aos jornalistas da cidade colombiana de Cúcuta, que faz fronteira com a Venezuela.

“Ele (Maduro) gosta de provocar e provocar todos os dias para tentar ganhar algum apoio popular, que perdeu tudo porque empobreceu completamente o povo venezuelano”, afirmou o presidente.

Antes dos exercícios militares venezuelanos, iniciado em 24 de julho, Duque disse que Maduro não receberá a provocação, já que a Colômbia “é um país que continuará sempre a defender não apenas seus princípios democráticos, mas continuará a responder a necessidade do povo venezuelano neste momento de crise “. *Deutsche Welle 

Anúncios