Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia (EUA) encontraram restos humanos de 6.500 anos no país sul-americano.

O descobrimento poderia ser um dos mais antigos já encontrados no país, segundo os pesquisadores.

Trata-se de uma pesquisa arqueológica em Tajzara e Tarija, liderada por José Capriles, da Universidade Maior de San Andrés, na Bolívia.

Os pesquisadores tinham como objetivo encontrar provas dos primeiros habitantes da região, já que Tarija resultou ser rica em patrimônio arqueológico, tendo muitos patrimônios a serem descobertos, afirmou Capriles.

As descobertas mais importantes foram os acampamentos originados de 3.200 a 6.500 anos de anos.

Além disso, foram encontrados restos humanos que podem pertencer aos mais antigos já encontrados no país. *Sputnik

Anúncios