O sítio arqueológico de  Pompéia , a cidade da antiga Roma enterrada pela erupção do vulcão  Vesúvio em 79 dC, foi o resultado da descoberta de um espólio de jóias e amuletos contra a má sorte.

O último tesouro encontrado neste lugar perto de Nápoles são numerosas pedras preciosas, amuletos, ornamentos em faiança ou cerâmica vidrada, bronze, osso ou resina, todos usados ​​por mulheres romanas dois milênios atrás para atrair fortuna, de acordo com uma declaração.

Estavam dentro de uma caixa de madeira e faziam parte da herança de uma família que não os levava consigo quando o vulcão rugiu e enterrou com suas pedras e cinzas a próspera cidade.

Os objetos, muito bem preservados dentro do material vulcânico, foram agora restaurados pelo Laboratório do Parque Arqueológico de Pompeia e serão em breve admirados no Palestra Grande.*Venepress

Anúncios