A empresa britânica Diageo, do Reino Unido, que produz um Rum muito célebre em Cuba, está a desafiar as sanções impostas pelos Estados Unidos a Cuba. 

Luca Cesarano, diretor da parceria britânico-cubana, declarou que “a Diageo conhece muito bem as suas obrigações e tomou medidas para garantir que não violamos as normas”.

Os Estados Unidos reforçaram recentemente as sanções econômicas impostas a Cuba, alegando que a ilha apoia militarmente o regime do presidente Maduro, na Venezuela.

“Em momento algum, os cidadãos e residentes norte-americanos, ou quem esteja a operar nos Estados Unidos ou tenha um visto de trabalho será envolvido no processo. É isso que a lei norte-americana exige. E a Diageo respeitará essa norma”, acrescentou Luca Cesarano.

No âmbito do reforço das sanções a Cuba, a administração do presidente Donald Trump proibiu as viagens culturais a Cuba que tinham permitido a milhares de americanos visitarem a ilha, após a aproximação levada a cabo por Barack Obama em 2014. *Euronews

Anúncios