Continua por controlar o violento incêndio que se espalha na ilha grega de Evia, que começou nesta terça-feira (13), e já devastou mais de 12 quilômetros de terreno.

Um mosteiro e quatro aldeias foram evacuadas mas há várias populações em risco. Mais de 200 bombeiros apoiados por 75 carros e 12 meios aéreos combatem as chamas.

Giannis Efstathio, bombeiro voluntário, explicou à euronews que é preciso mais ajuda para salvar centenas de animais.

“É uma situação trágica. Vi muitos animais a correr para a direita e para a esquerda e a saltar. Nós salvámos três crias. Tinham as pernas queimadas, Tirámos os animais do fogo e demos-lhe água. Geralmente há muita vida selvagem aqui, precisamos urgentemente de voluntários para ver o que podemos salvar”.

Bruxelas está a mobilizar o mecanismo europeu de resposta aos incêndios florestais para apoiar o governo de Atenas. O fogo em Evia devastou parte de uma reserva da Rede de proteção ambiental da União Europeia. O mesmo aconteceu na ilha Grã Canária, em Espanha. O fogo que lavrou durante três dias e que foi controlado esta terça-feira devastou mais de 670 hectares de área protegia. ´

*Euronews

Anúncios