O conselheiro de segurança da Casa Branca, John Bolton, lembrou às empresas ou entidades financeiras nesta sexta-feira (16) que se conduzirem negócios com o regime de Nicolás Maduro, elas serão sancionadas.

“De acordo com a nova Ordem Executiva do presidente, empresas ou entidades que apoiam o regime de Maduro podem ser sancionadas”, escreveu Bolton no Twitter.

Em 5 de agosto, o presidente Donal Trump assinou uma ordem na qual os ativos do regime estadual foram bloqueados sem opção de transferência.

O assessor da Casa Branca sugeriu às empresas que trabalhassem com o governo legítimo da Venezuela, liderado pelo presidente interino, Juan Guaidó.

O objetivo direto do bloqueio imposto aos bens do governo venezuelano é Nicolás Maduro e as instituições ilegítimas dirigidas por ele. *El Nacional