A deputada democrata norte-americana Rashida Tlaib cancelou sua viagem à Cisjordânia para visitar seus parentes depois de receber autorização do Governo de Israel nesta quinta-feira (15). 

Tlaib obteve permissão de Israel para se encontrar com sua avó, de mais de 90 anos, e outros parentes em uma aldeia perto de Ramallah, anunciou o ministro do Interior, Arye Dery, em uma decisão baseada exclusivamente em “razões humanitárias”.

Tlaib em sua conta no Twitter ao suspender a viagem disse que “não posso permitir que o Estado de Israel me humilhe assim e use meu amor pela minha avó para suas políticas opressivas e racistas”.

“Silenciar-me e tratar-me como uma criminosa não é o que ela (minha avó) desejaria”, afirmou a deputada. “Seria como matar uma parte de mim. É por isso que decidi que visitar minha avó nessas condições opressivas vai contra tudo em que acredito”, registra o El País.

Anúncios