Protestos contra o Kremlin russo continuam exigindo a anulação das eleições municipais marcadas para 8 de setembro, além da demissão do prefeito de Moscou.

«Exigimos a anulação dos resultados eleitorais. Houve violações massivas da legislação eleitoral, uma vez que os candidatos da oposição não podem participar nas eleições municipais ”, afirmou Yelena Rusakova, membro do partido liberal Yábloko.

Precisamente  Rusakova é um dos candidatos cujo registro foi rejeitado pela comissão eleitoral de Moscou, a oposição apresentou os processos hoje perante a administração presidencial acompanhada por um grupo de opositores.

A oposição continua a exigir o registro de seus candidatos, mas Rusakova também ressaltou que a comissão eleitoral tem tempo, recursos e opções para fazê-lo, é improvável que ele irá ceder às suas exigências. *Com EFE e Venepress