Incontrolável, o fogo afeta um perímetro de 75 quilômetros e as chamas, que chegaram a superar os 50 metros de altura, já consumiram mais de 12 mil hectares.

Cerca de nove mil pessoas deixaram as respectivas casas em vários municípios da ilha Gran Canária e rumaram para locais polidesportivos.

O vento tem criado obstáculos adicionais para os efetivos no terreno. As esperanças repousam agora numa baixa significativa das temperaturas, a confirmar-se as previsões meteorológicas.

No terreno, mais de 700 operacionais combatem as chamas apoiados por helicópteros, hidroaviões e um avião florestal. *Euronews