Dois venezuelanos foram acusados em uma corte federal dos Estados Unidos pelo suposto contrabando de 5 milhões de dólares em barras de ouro em um avião particular.

Jean Carlos Sánchez Rojas e Víctor Fossi Grieco, que pilotaram o avião, foram presos no dia 20 de setembro no aeroporto executivo de Fort Lauderdale, 50 km ao norte de Miami, depois que os agentes de fronteira (CBP) encontraram a carga escondida no nariz do avião de registro venezuelano no qual estavam viajando.

“Os policiais observaram rebites soltos no compartimento do nariz do avião”, onde “encontraram numerosas barras de ouro sob uma tampa de metal”, disse a acusação apresentada na segunda-feira à Justiça, baseada em uma declaração juramentada de um Funcionário do Departamento de Segurança Nacional.

As autoridades informaram que a carga pesava aproximadamente 100 quilos e estimam seu valor em 5 milhões de dólares.

Sánchez Rojas, de 42 anos, disse que “havia obtido o ouro de várias fontes na Venezuela” e que sua intenção era “transportar o ouro para os Estados Unidos para vendê-lo”.

O acusado, que declarou ao entrar no país que trazia junto com sua esposa 24.000 dólares, “ressaltou que sabia que a organização havia contrabandeado ouro previamente aos Estados Unidos e que receberia uma comissão” pela operação.

Fossi Griego, o piloto, de 51 anos, disse que se encontrou com várias pessoas para receber a carga e que escondeu-a no avião dois dias antes do voo. *AFP

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.